Está chegando às lojas do País o Not IceCream, um sorvete vegano criado por meio de inteligência artificial: o algoritmo é responsável por escolher a receita perfeita do produto, inserindo proteína de ervilha no lugar do leite. Trata-se do segundo produto da startup chilena NotCo, que lançou no País em abril uma maionese que leva grão de bico no lugar do ovo.

O produto inicialmente estará à venda apenas em supermercados em São Paulo no sabor chocolate. O sorvete não contém glúten, transgênico ou ovo.

Segundo a empresa, o sorvete não dá a sensação de que está faltando algo. “Se ninguém disser que é feito a partir de ervilha e outros ingredientes vegetais, o consumidor não nota”, afirma Luiz Augusto Silva, presidente da NotCo no Brasil. A startup tem como objetivo recriar alimentos de origem animal apenas com ingredientes vegetais.

A NotCo afirma que em breve lançará outros sabores do sorvete, como baunilha e morango. A empresa também pretende oferecer o produto em outras capitais brasileiras.

A startup levou três anos para desenvolver o sistema de inteligência artificial que escolhe a combinação dos ingredientes. A NotCo chama seu “algoritmo chef de cozinha” de Giuseppe. Ele usa dados nutricionais e sensoriais, além da composição molecular, sobre milhares de plantas e animais para chegar a uma fórmula ideal da receita.

Um dos investidores da NotCo é o fundador da Amazon, Jeff Bezos: seu fundo de investimentos pessoal, o Bezos Expeditions, participou da última rodada de aportes da startup, em US$ 30 bilhões.

  • separator

Via: RSS Feed

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui