Ossadas humanas encontradas na última terça-feira (26) na Praia de Manguinhos, em São Francisco de Itabapoana, no Norte Fluminense, serão analisadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Segundo a Prefeitura, após ter acesso a fotos do material através das redes sociais, o Departamento de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura avisou ao Iphan e solicitou orientações.

“O Iphan nos orientou a preservar o local, alertando a moradores e visitantes que não toquem no material”, ressaltou o diretor do Departamento, Paulo Roberto Cunha.

Paulo esclareceu que o manejo dos ossos só pode ser feito por especialistas, uma vez que “tocar sem conhecimento, pode prejudicar uma sequência que conta determinada história“.

“Quanto menos interferência, maior a chance de se aproximar da realidade histórica”, concluiu.

De acordo com o chefe do escritório técnico regional do Iphan, Felipe Borel, Manguinhos possui um sítio arqueológico identificado por volta da década de 70, cuja origem estaria relacionada ao período da escravidão.

Felipe explicou que a movimentação da maré e a ressaca contribuem para o aparecimento do material.

Está prevista para as próximas semanas uma visita de vistoria e inspeção por uma equipe do Iphan.

Via: RSS Feed

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui