Quando o assunto é o Egito, alguns símbolos bem conhecidos costumam vir na nossa memória: deserto, pirâmides, múmias, faraós, as 10 pragas do Egito citadas na Bíblia, entre outros. Porém, a partir de agora, uma exposição de animais mumificados poderá entrar nessa lista.

Ao longo da história, pesquisadores já localizaram gatos, cobras, pássaros e até crocodilos preservados pelo processo de mumificação. Recentemente, além dos animais, eles também se depararam com máscaras e estátuas.

Foto: Divulgação/ Ministério das Antiguidades

A mumificação de animais era algo comum durante o Antigo Egito.

O Ministério de Antiguidades do país está fazendo a análise de duas múmias que, possivelmente, podem ser filhotes de leão. Apesar de ser comum encontrar gatos mumificados, a descoberta acerca dos leões é uma raridade.

Entre as estátuas, a que mais chama a atenção é a de um escaravelho (um tipo de besouro). Segundo Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, o exemplar é o maior do mundo.

As peças foram encontradas nas proximidades da pirâmide de degraus do faraó Djoser, em Saqqara. O local, que fica há cerca de 30 quilômetros de Cairo, capital egípcia, foi usado como cemitério por mais de três mil anos e hoje é considerado um Patrimônio Mundial.

Por que os animais eram mumificados?

No Antigo Egito, acreditava-se que um dia, o espírito dos mortos retornariam para seus corpos, e por isso, era preciso preservá-los. E, por ser uma crença muito forte, a preocupação em manter o corpo intacto abrangia a todos, desde os mais ricos até os mais pobres, e também os animais.

Por isso, encontrar animais mumificados não é raro. Porém, havia um bicho que tinha um motivo especial para ser mumificado, os crocodilos. Segundo as crenças egípcias, eles possuíam ligação com Sobek, o deus da fertilidade, e por isso, eram enterrados juntos com muitas pessoas, mas antes precisavam passar pelo processo de mumificação.

Foto: The Washington Post/Getty ImagesOs crocodilos eram caçados pelos egípcios somente para serem mumificados.

Os crocodilos eram caçados pelos egípcios somente para serem mumificados.

Porém, juntamente com essa crença, surgia uma atividade um tanto cruel. Os crocodilos passaram a ser caçados pelos egípcios, para garantir que não faltariam animais mumificados na região, pois a morte deles por causas naturais não acontecia com frequência. Com isso, a captura e embalsamamento desses animais se transformou em um comércio.

Para manterem o negócio, esses fabricantes desenvolveram diversas técnicas para obterem os animais, desde recuperação de carcaça de animais selvagens até a própria criação com o objetivo de transformá-los em múmias.

Descubra também: De que eram feitos os papiros utilizados pelos egípcios antigamente?

Se encontrar algum erro ou tiver alguma sugestão de curiosidade, entre em contato através da nossa fanpage no Facebook

FONTE: Dr. Curioso


Via: RSS Feed

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui