Não há mais entraves na negociação financeira entre Flamengo e Gabigol. O GLOBO apurou que a diretoria rubro-negra acertou com os representantes do jogador um contrato com duração até o fim de 2024 e um ganho mensal, entre salário e premiações, maior que os R$ 1,25 milhão que o clube pagou no ano passado.

O acordo entre as partes ainda não foi assinado, pois o clube precisa fechar a compra junto à Inter de Milão, o que está muito próximo de acontecer. Gabigol está no Brasil no aguardo para saber se precisará ir à Itália selar o negócio.

Já entre Flamengo e Bruno Henrique tudo caminha para uma renovação até 2023, com salário em outro patamar. O jogador receberá mais de R$ 1 milhão e figurará entre os mais bem pagos do elenco, após bons números ao lado do companheiro de ataque na última temporada.

No caso de Gabigol, a compra dos 80% dos direitos econômicos deve pular de 16 milhões de euros para pelo menos 20 milhões de euros, mas a diretoria entende que ainda tem orçamento para fazer a contratação sem extrapolar os limites previstos para 2020.

A contratação pode se aproximar dos R$ 100 milhões, e será parcelada nos próximos anos. Procurado, o Flamengo não fala de valores, mas nos bastidores reconhece que o final feliz está próximo de ser anunciado. A negociação está a cargo do vice de futebol Marcos Braz e do diretor Bruno Spindel.

Gabriel Barbosa marcou 43 gols em 59 jogos em 2019, e foi artilheiro do Brasileiro e da Libertadores. Já Bruno Henrique balançou as redes 35 vezes em 62 partidas. A dupla terminou o ano valorizada, mas não recebeu propostas oficiais mais vantajosas de fora do Brasil até agora.

Os jogadores do elenco principal se reapresentam no dia 27 para a pré-temporada. A ideia do Flamengo é resolver todas essas pendências em relação às negociações até lá.

Via: RSS Feed

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui